Venda da Sigma Lithium pode ser concluída em 2024 para CATL ou Volkswagen

Publicado em

A Sigma Lithium, dona da operação de mineração de lítio no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, anunciou hoje que as negociações para a venda da operação estão em fase final.

Esperava-se que o negócio fosse fechado até o final deste ano, mas agora o conselho não espera que seja concluído até 2024. A chinesa CATL, de baterias, e a montadora Volkswagen são apontadas como as favoritas.

Sigma está avaliada em pouco mais de US$ 3 bilhões

Como parte das negociações, a mineradora anunciou a listagem da Sigma Brazil, subsidiária que efetivamente detém os direitos de seu principal projeto Grota do Cirilo, na Nasdaq e em Cingapura, como parte de um esforço para “maximizar valor” e “nivelar” o acionista. caminho. O “ambiente competitivo” entre aspas.

A estrutura foi projetada para facilitar a entrada de estrangeiros – principalmente chineses – no negócio, segundo fontes próximas à empresa. O Canadá, onde a Sigma Lithium Holdings está sediada, promulgou uma lei no final de 2022 que exige que os governos locais aprovem qualquer mudança de controle de empresas de mineração críticas que operam no país.

Sob a nova estrutura, os compradores farão aquisições através da emissão de ações na Nasdaq ou em Cingapura. O objetivo da escolha destas duas bolsas é aumentar a competitividade dos potenciais compradores do Oriente e do Ocidente.

A Sigma, que possui uma mina que produz lítio de acordo com os mais altos padrões ESG, uma instalação de tratamento de resíduos secos e um fundo direcionado, atraiu o interesse de vários players interessados ​​em adquirir uma das principais matérias-primas utilizadas na fabricação de baterias para automóveis.

Hoje, a Sigma está avaliada em pouco mais de US$ 3 bilhões na Bolsa de Valores Canadense e caiu 15% no acumulado do ano, à medida que os preços do lítio caem. Mas Ana Cabral sempre esperou que o negócio compensasse, especialmente o potencial de crescimento da empresa, que conseguiu construir do zero uma das maiores empresas de mineração de lítio do mundo em menos de seis anos.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...