Cemig e DAE de João Monlevade assinam Contrato no Mercado Livre de Energia Varejista para 32 mil clientes

Publicado em

A Cemig e o Departamento de Águas e Esgotos (DAE) do Município de João Monlevade assinaram nesta quinta-feira (1°) o Contrato no Mercado Livre de Energia Varejista. Com o acordo, a empresa municipal de saneamento básico, que atende cerca de 32 mil clientes, economizará cerca de R$ 9 milhões na conta de luz.

Neste novo contrato, os clientes podem usufruir de um desconto percentual garantido nos seus custos de energia, resultando em poupanças significativas. Adicionalmente, como consumidor varejista, a Cemig será responsável por representar o DAE na Câmara dos Trocadores de Energia Elétrica (CCEE), o que simplifica significativamente o processo de mercados livres de energia.

Desde a abertura da parte varejista do mercado livre de energia, a Cemig firmou contratos com empresas de diversos setores, como a mineradora Sigma Lithium, a Tora Transportes e o Departamento Municipal de Água e Esgoto de Uberlândia (Dmae).

A autarquia monlevadense é a primeira a migrar ao Mercado Livre de Energia dentro da região do Médio Piracicaba e uma das cinco primeiras empresas de saneamento do estado de Minas Gerais.

Conheça mais detalhes do Contrato no Mercado Livre de Energia Varejista

Uma das principais novidades do setor elétrico nos últimos anos, a abertura do Contrato no Mercado Livre de Energia Varejista pode beneficiar cerca de 170 mil clientes do Grupo Tarifário A (atendidos em alta e média tensão), conforme dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Desde o início de 2024, as empresas podem ingressar neste segmento e obter descontos significativos na conta de energia.

O Mercado Livre de Energia permite que o cliente tenha liberdade na escolha na compra de energia, possibilitando negociar e adquirir o produto a preços inferiores aos do Ambiente de Contratação Regulado (ACR), também conhecido como “mercado cativo”. Com a aquisição da Energia Livre Cemig, pode-se ter até 35% de desconto na conta.

Até o fim do ano passado, o Contrato no Mercado Livre de Energia Varejista era restrito apenas a grandes clientes, com faturas mensais de energia de valor maior que R$ 100 mil. Agora, supermercados, postos de gasolina, farmácias e pequenos comércios têm a possibilidade de fazer a migração e escolher a sua própria comercializadora. Neste tipo de ambiente, a Cemig é líder no Brasil e possui participação de, aproximadamente, 15%.

Para ampliar sua participação no Contrato no Mercado Livre de Energia Varejista, a Cemig lançou o primeiro portal de e-commerce do Brasil, onde as empresas podem simular a economia através do consumo e contratar um plano de dois, três ou cinco anos de duração por meio do site energialivre.cemig.com.br.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...