Congresso libera R$ 15 bilhões para compensar a perda de arrecadação de estados

Publicado em

Na última quinta-feira (9), foi aprovado em Brasília, pelo Congresso, um projeto de lei que destina 15 bilhões de reais para compensar estados, o distrito federal e municípios pela perda de arrecadação de estados.

O texto original do Projeto de Lei da Assembleia Nacional (PLN) 40/2023, apresentado pelo executivo em outubro, previa apenas a liberação de recursos para os ministérios.

Desse valor, R$ 8,7 bilhões cobrirão receitas perdidas com impostos operacionais relacionados à movimentação de mercadorias e com receitas tributárias previstas no Serviço de Transportes e Comunicações Interestaduais e Intermunicipais (ICMS).

Os R$ 6,3 bilhões restantes destinam-se a compensar a redução nas transferências do Fundo de Participação de 2023 para Estados, Distritos Federais (FPE) e Municípios (FPM).

MPO decidiu antecipar o repasse da perda de arrecadação de estados

A Lei Complementar nº 201 de 2023, aprovada em outubro, dispõe sobre perda de arrecadação de estados de ICMS. Pelo texto, a coligação deve repassar 27 bilhões de reais aos estados e ao Distrito Federal até 2025.

O Ministério do Planejamento e Orçamento (MPO) decidiu antecipar o reembolso da perda de arrecadação de estados de alguns recursos para este ano. Isso é possível porque tem espaço fiscal de 74,9 bilhões de reais, disse o ministério. Relevante para os principais objetivos de resultados estabelecidos na Lei de Orientação Orçamental.

Os 15 bilhões de reais liberados da perda de arrecadação de estados este ano deverão ser distribuídos proporcionalmente às perdas de receita de cada entidade. A diminuição da receita é causada pela Lei Complementar nº 194 de 2022. As regras limitam a alíquota do ICMS incidente sobre combustíveis e outros produtos considerados essenciais a 17% ou 18%.

Matérias Relacionadas

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

“Gente cuidando das águas” – projeto da Nexa é destaque em evento da ONU

O "Gente cuidando das águas" foi desenvolvido pela mineradora Nexa com apoio do Banco...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...