Série Debaixo da Terra, Acima dos Padrões: 0 processo de desmonte de rochas com o uso de explosivos

Publicado em

 

O desmonte de rochas é uma operação fundamental na mineração, um processo que, apesar de envolver explosivos, pode ser seguro quando realizado com planejamento detalhado, coordenação cuidadosa e sem pressa. Este artigo descreve os procedimentos de segurança e as práticas recomendadas que garantem a execução segura do desmonte de rochas, um trabalho complexo que requer conhecimento técnico e aderência rigorosa aos protocolos de segurança.

O primeiro passo no desmonte de rochas é entender os diferentes tipos de explosivos utilizados. Estes incluem explosivos encartuchados, granulados e de bombeamento, cada um com propriedades e aplicações específicas. A escolha do explosivo adequado depende de vários fatores, como o tipo de rocha a ser desmontada e as condições específicas do local.

Um componente crítico no desmonte de rochas é o plano de fogo. Este documento detalha todo o planejamento para a detonação e tem como objetivo principal a segurança das pessoas envolvidas, direta ou indiretamente, com o processo, bem como a proteção do meio ambiente. O plano de fogo deve ser simples e de fácil entendimento, contendo todas as informações pertinentes à detonação, como a amplitude e a profundidade dos furos, a altura da bancada, o tipo de explosivo a ser utilizado e a quantidade necessária. Além disso, deve levar em conta os aspectos ambientais e a proximidade de áreas habitadas.

Antes da detonação, é realizada uma inspeção cuidadosa do local do desmonte, seguida pela perfuração da rocha para a colocação dos explosivos. Durante este processo, é essencial que todos os envolvidos utilizem os equipamentos de proteção individual recomendados, como capacetes, calçados e óculos de segurança, protetores auriculares e luvas de raspa. Quando o trabalho é próximo à borda de uma bancada, o uso de cinto de segurança bem ancorado e a colocação de uma tela de proteção são medidas adicionais de segurança.

A perfuração é realizada com o uso de uma perfuratriz e é crucial que todos os tubos, mangueiras e conexões estejam em bom estado. A máquina deve ser posicionada em um local estável, e é proibido aproximar-se das brocas em rotação ou se apoiar nas perfuratrizes durante a operação.

O transporte dos explosivos deve ser feito em contêineres não condutores de eletricidade, separados dos detonadores e acessórios. Apenas pessoas treinadas e autorizadas devem estar presentes no local de carregamento dos furos. É proibido manusear explosivos sob condições adversas, como chuvas e tempestades, especialmente com raios. Após o carregamento dos furos conforme definido no plano de fogo, é realizada a espoleta, que consiste na colocação dos iniciadores nos explosivos.

A área ao redor do local de detonação deve ser isolada e sinalizada adequadamente para impedir a entrada de pessoas não autorizadas. A vigilância é essencial para garantir que ninguém entre na área isolada. Cartazes e avisos devem ser afixados, informando sobre a detonação e a área isolada.

Após a detonação, uma inspeção minuciosa da área é realizada para procurar por explosivos e detonadores que possam ter falhado. Qualquer material encontrado deve ser registrado e removido com segurança.

Além da inspeção pós-detonação, é crucial manter um registro preciso e detalhado de todas as operações de desmonte. Este registro deve incluir informações sobre os tipos e quantidades de explosivos utilizados, o padrão de perfuração, o número e a localização dos furos, e quaisquer incidentes ou desvios do plano de fogo original. A documentação precisa desses detalhes é essencial não apenas para fins de conformidade e segurança, mas também serve como uma ferramenta valiosa para análise e melhoria contínua do processo de desmonte. Com base nesses registros, as equipes de mineração podem ajustar suas práticas para aumentar a eficiência, minimizar os impactos ambientais e melhorar ainda mais a segurança em futuras operações de desmonte.

O desmonte

O desmonte de rochas em mineração é um processo complexo que requer uma abordagem metódica e cuidadosa. Seguir os procedimentos de segurança detalhados no plano de fogo, usar os equipamentos de proteção adequados, e assegurar que todos os envolvidos estejam adequadamente treinados e informados são medidas essenciais para garantir a segurança durante todo o processo. Com essas práticas em vigor, o desmonte de rochas pode ser realizado de forma segura e eficiente, minimizando os riscos para os trabalhadores e o meio ambiente.

Rodrigo Oliver é Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, com consultorias prestadas para mais de 200 empresas na área de mineração; responsável técnico pelo software eSocial Brasil e pela rede de clinica médicas ocupacionais Pro Life, com atuação em Itabira, Barão de Cocais, Nova Lima, Itabirito, Mariana e Congonhas..
Rodrigo Oliver é Engenheiro de Segurança do Trabalho e Higienista Ocupacional, com consultorias prestadas para mais de 200 empresas na área de mineração; responsável técnico pelo software eSocial Brasil e pela rede de clinica médicas ocupacionais Pro Life, com atuação em Itabira, Barão de Cocais, Nova Lima, Itabirito, Mariana e Congonhas.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...