Ocorrências de rolezinhos e grau são registradas em cidades mineiras durante feriadão do Natal

Publicado em

 

O feriadão do Natal foi marcado por dezenas de ocorrências de “rolezinho” e manobras de grau em Belo Horizonte e no interior do estado. Na capital mineira foram mais de 100 ocorrências registradas pela Polícia Militar (PM) durante a madrugada desta segunda-feira (25).

Parte delas ocorreu na Vila Ventosa, na região Oeste de Belo Horizonte, nas imediações do beco onde ocorria um baile funk. Um homem foi preso e cinco motos apreendidas depois de uma operação no local. Houve perseguição a motos flagradas sem placa, com seus condutores fazendo manobras em grupo e sem capacetes.

Os rolezinhos também foram registrados durante a madrugada nas regiões Noroeste, Leste, Oeste e Venda Nova, segundo a PM. Vídeos publicados em redes sociais mostram encontros em Contagem, Betim e Ibirité, cidades da Grande BH.

“Tivemos um volume grande de chamadas referentes a essa prática. Um fenômeno diferente para uma noite de Natal. Mas tivemos resposta imediata das guarnições. Em todos os bairros onde houve chamados, tivemos a atuação da PM, além de várias apreensões de motocicletas em BH e na região metropolitana”, informou a porta-voz da PMMG, major Layla Brunella.

Em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, desde a noite do dia 24, seis pessoas foram presas e 42 motocicletas apreendidas pelo mesmo motivo. Militares receberam denúncias de que cerca de 200 motociclistas transitavam pela BR-259 empinando motos, desrespeitando sinalização de trânsito e usando o cano de descarga livre para gerar barulho propositalmente. Assim que percebeu a presença da polícia, o grupo fugiu em direção ao bairro Morada do Vale 3, mas foi detido por adulteração de veículos e direção perigosa.

Rolezinhos e tragédia no interior

Pelas redes sociais, moradores de Itabira e João Monlevade também fizeram registros de grupos de motociclistas andando em alta velocidade e fazendo barulho durante a noite. Vídeos e fotos mostram que o barulho começou ainda à luz do dia.

Sem Titulo 2 8
Registro feito em redes sociais de motoqueiro fazendo grau, em Itabira

Em Matias Barbosa, na Zona da Mata, um motociclista foi morto a tiros durante um rolezinho na madrugada do Natal. O suspeito de ter cometido o crime é um militar da reserva, de 53 anos. Conforme o Boletim de Ocorrência, ele alegou à polícia que atirou contra o grupo de motociclistas após ser acordado pelo barulho das motos. As informações são da Rádio Itatiaia.

Conduta reflete sentimento de revolta pela exclusão social

O autor do projeto de lei que instituiu Belo Horizonte na “capital do grau”, o deputado estadual Bim da Ambulância (Avante) explicou em entrevista ao Jornal O Tempo que o rolezinho de Natal sempre existiu e que ele representa um movimento de revolta. Ele classifica a atitude como “lamentável”, mas reconhece que ela reflete um movimento cultural pelo Brasil: “Em um movimento, na sua maioria, periférico de chamar a atenção, mostrar a existência de uma forma de revolta, imagino eu, pela discriminação que essa turma sofre ao longo dos anos, pela exclusão e criminalização. Aí acabam generalizando todo e qualquer movimento deles, que encaro como liberdade de sentimento de descrença com as pessoas”, explicou o deputado.

“O que posso te dizer é que isso é movimento de revolta, pelas perseguições, pela forma com que são excluídos de todos os projetos, de todas as ações, sejam políticas e sociais ou até mesmo educacionais”, complementa.

Em Conceição do Mato Dentro, uma ambulância cedida pelo deputado a um evento de grau autorizado pela prefeitura foi apreendia por estar com pagamento de impostos em atraso. Na ocasião, a Polícia Militar realizou uma operação na porta do evento, gerando críticas pelos organizadores. Clique e relembre.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...