Comissão externa da Câmara realiza audiência para debater rompimentos de barragens

Publicado em

O comitê externo instituído pela Câmara dos Deputados, para acompanhar rompimentos de barragens e renegociações de danos, realizará audiência pública na próxima terça-feira (19).

A pedido do deputado Rogério Correia (PT-MG), Coordenador da Câmara Colegiada, o debate está marcado para acontecer no 6º plenário, às 14h.

Veja o que será debatido na audiência pública sobre rompimentos de barragens

A Comissão acompanha o desenvolvimento de crimes socioambientais nos municípios de Mariana (2015) e Brumadinho (2019) no estado de Minas Gerais após os rompimentos de barragens de rejeitos de minério de ferro. O desastre matou quase 300 pessoas nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo e causou graves perdas socioeconômicas.

O rompimento da barragem de Fundão, da Samarco Mineração, no estado de Mariana, matou 19 pessoas e causou enormes impactos econômicos, sociais e ambientais no Vale do Doce, nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.

O rompimento da barragem Córrego do Feijão da Vale, em Brumadinho, matou mais de 270 pessoas e afetou a bacia do rio Paraopeba, afluente do rio São Francisco.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) media a renegociação do acordo desde 2021, após o fracasso da Fundação Renova, que representa as mineradoras Samarco e Vale, em pagar indenizações.

No final de novembro, o Conselho aprovou o relatório do deputado Helder Salomão (PT-ES), que apresenta recomendações para ajustes no Acordo de Compensação de Crimes Socioambientais de Mariana.

A comissão agora se concentra na criminalidade socioambiental em Brumadinho, outras barragens do país em risco de rompimento, na proteção de povos e comunidades tradicionais e no aprimoramento da legislação.

Matérias Relacionadas

‘Festival Fartura Dona Lucinha’ agita cidades de Serro e Conceição do Mato Dentro

Entre os dias 20 e 28 de maio, o "Festival Fartura Dona Lucinha" chega...

‘Rodovia do Minério’: acordo entre MPMG e prefeituras pode tirar 1.500 carretas da BR–040

No primeiro semestre deste ano, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) pretende finalizar...

“A Concessão Itabira Iron”: Livro relata a história da mineração em Itabira.

"A concessão Itabira Iron, a origem da Vale e os primórdios da mineração no...

“É impossível conduzir uma agência na situação que ela está” – diz AMIG sobre Agência Nacional de Mineração

A Associação dos Municípios Mineradores de Minas Gerais e do Brasil(AMIG) declarou apoio aos...

últimas Matérias

 Anglo Gold Ashanti tem vagas de estágio para níveis técnico e superior

Vagas se destinam tanto a atuações presenciais quanto híbridas, com carga horária diária de 6 horas; Inscrições podem ser feitas pela internet até 31 de agosto

 Ato em defesa da ANM – servidores protestam pela estruturação da Agência Nacional de Mineração

Servidores da Agência Nacional de Mineração estão com as atividades paralisadas como forma de...

 Funcionários dos Correios desistem de greve na véspera da Black Friday

Servidores cogitavam paralisação para reivindicar correções em Acordo Coletivo e melhores condições de trabalho, mas desistiram da ideia após terem pedidos considerados pelos Correios

‘AMM nas Micros’ chega em Conceição do Mato Dentro na próxima semana

A caravana do “AMM nas Micros” volta às estradas e desta vez o objetivo...